Google Plus Newsletter Facebook

Publicado em:
9
11/2017

Como posso ajudar meus filhos a aproveitarem mais os estudos?

Mesmo sem saber, algumas atitudes dos pais interferem no aprendizado das crianças. É preciso conhecê-las para saber evitá-las.

Não olhar a lição de casa, exigir que a criança decore a matéria, realizar os trabalhos em seu lugar, fazer pressão para aprender a ler são algumas das atitudes relacionas pelo portal Estilo Uol que devem ser evitadas pelos pais no processo de aprendizagem.

Especialistas dão dicas de como fazer os filhos aproveitarem mais os estudos. Confira.

Não olhar a lição de casa: Com a correria do dia a dia, muitos pais acabam não encontrando tempo para ver todas as tarefas de seus filhos. A responsabilidade com as lições de casa não é somente da escola, por isso é importante pelo menos um adulto da casa se empenhar em acompanhar os deveres da criança, auxiliando-o em suas dúvidas, sempre que possível. Uma das dicas é relacionar os tipos de vegetação, por exemplo, explicados em sala de aula com lembranças de uma viagem de férias da família, tornando assim o conteúdo ainda mais significativo.

Exigir que a criança decore a matéria: Segundo especialistas, pedir que o filho decore o conteúdo dado em aula, prometendo que “vai tomar a lição” mais tarde ou ameaçando-o com castigos caso ele fique de recuperação, não funciona. Tentar ajudá-lo a entender o conceito que está por trás do exercício é mais proveitoso.

Fazer trabalhos escolares pelos filhos: Mais importante do que entregar o trabalho pronto, correto, bem feito e na data marcada, a criança deve ser a autora de sua própria tarefa, desde o planejamento até o desenvolvimento das ideias. Os pais podem auxiliá-la, apontando os meios de fazer uma pesquisa, mas deve deixar a criança à vontade para criar o conteúdo. Dessa maneira, ela aprende que trabalho escolar não é apenas para tirar nota, mas uma forma de desenvolver a própria criatividade.

Usar a calculadora para resolver o problema de matemática: Cometer erros nas lições faz parte do processo de aprendizado. A função dos pais é orientar. Uma das sugestões é, se possível, apresentar à criança uma situação concreta que ajude na resolução da questão que ela errou ou em que está com dúvidas. Se continuar sem entender, é melhor pedir que deixe a resposta em branco e solicitar auxílio do professor.

Fazer pressão para ele aprender a ler: É preciso respeitar o tempo da criança, pois o desenvolvimento deve ser espontâneo. O processo de alfabetização acontece desde que os pequenos entram na escola até as séries iniciais do Fundamental. Toda criança tem motivação interna para aprender e o processo de aprendizagem é individual.

Tratar o estudo como castigo: A família pode ajudar a criar uma rotina de estudos, mas o tempo que o aluno passa debruçado sobre os livros não deve ser muito longo. A escola já providencia as tarefas em uma dosagem adequada para as idades e necessidades de reforço de cada turma.

Encher a agenda: Sobrecarregar a agenda da criança com atividades extracurriculares pode atrapalhar mais do que ajudar no processo de aprendizado. Os pais podem estabelecer uma rotina para os filhos, mas sem exageros. O melhor é ensiná-los a aproveitar melhor o seu tempo livre para escolher o que quer fazer.

Exigir as melhores notas: Forçar a criança a conseguir notas altas em todos os bimestres e matérias só atrapalha. É preciso levar em consideração o tempo e as aptidões de cada uma. Se os resultados no boletim não estão bons, os pais devem procurar saber, junto à escola, o que pode estar atrapalhando o seu desempenho.

Fonte: (rimeira Página, com Estilo UOL, Getty Images