Notícias


Publicado em:
27
9/2018

Carimbos: quando a necessidade leva ao lucro

Fundamental em muitas atividades profissionais, produto oferece alta porcentagem de lucro para quem revende



Metatags: Carimbo, Papelaria, Lucro, Personalização

No consultório médico, um documento da escola, uma nota de loja, na repartição pública. Se olharmos para todos os lados, o carimbo está presente registrando algo e sendo um item de grande necessidade.

Além disso, a margem de lucro de revenda do produto, de acordo com quem o produz, é bem atrativa: em torno de 80% nos modelos prontos e bem maiores nos personalizados.

E qual é o público que consome carimbos em uma papelaria? Como a burocracia no Brasil é grande, muitos setores acabam necessitando do item no dia a dia. Empresas, pequenos comércios, profissionais liberais como médicos, advogados, professores, contadores, e setores governamentais são consumidores potenciais de carimbos, e o ponto mais acessível para este público são as papelarias.

Uma das melhores maneiras de uma papelaria se diferenciar dos concorrentes é oferecer a personalização do carimbo, que pode ter a propaganda do cliente ou até mesmo uma foto da família.

Fonte: Primeira Página, com matéria da Revista da Papelaria


Últimas notícias

Cinco dicas do Sebrae para quem quer abrir um e-commerce

Plano de negócio é o primeiro passo para os interessados.
Leia Mais

Natal deve movimentar R$ 53,5 bi na economia

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e do Serviço de Proteção ao Crédito apontam que mais de 110 milhões de consumidores devem ir às compras e investir, em média, R$ 116 por produto.
Leia Mais

Quatro em cada dez brasileiros pretendem abrir um negócio até 2020

Na frente de países como Japão, Brasil entrou no ranking com Arábia Saudita, México, Índia, África do Sul e China.
Leia Mais