Notícias


Publicado em:
13
3/2019

Dia do consumidor: Três passos para melhorar a experiência de compra

Artigo der Marina dos Anjos, gerente de Marketing da Scup Plataforma de Monitoramento.



Metatags: Dia do Consumidor, Artigo, Scup, Plataforma, Compra
Marina dos Anjos

Quando as empresas se preocupam com o bem-estar do consumidor, os resultados só tendem a melhorar. A chegada do Dia do Consumidor, celebrado em 15 de março, traz a possibilidade de as marcas venderem mais e conquistarem a confiança do público.


Uma das maneiras de ter sucesso nesse período é oferecer uma experiência impecável para os clientes. Quando eles procurarem por promoções é de extrema importância que a sua marca vá além, afinal, não adianta fazer ofertas de produtos e serviços mais baratos se o atendimento for ruim, pois isso pode fazer o seu público fugir.


O que acontece é que muita gente acha de dá um trabalhão mudar o posicionamento da forma como se aproximar dos clientes. E tem, ainda, quem ache que uma experiência de qualidade está relacionada apenas ao atendimento, quando na verdade existem outras áreas que precisam ser exploradas para que o cliente se sinta confortável com a marca.


Desde o tempo de carregamento, a forma de navegar pelo site, o carrinho de compras e a finalização do pedido, tudo será absorvido e avaliado por ele. Mas, além do site, ele pode visitar seus perfis nas redes sociais e verificar se você costuma responder os comentários, interagir com os usuários e se mostrar uma marca humana.


Tudo isso melhora o seu relacionamento com o público e os conecta com a sua forma, os transformando em embaixadores do seu produto. Por isso, listo abaixo três dicas para melhorar a experiência com o seu cliente no Dia do Consumidor.



  1. Torne a sua marca mais humana


É importante que o consumidor sinta que sua marca se aproxima de uma personalidade humana. Para isso, use um tom de voz que mais combina com o que você oferece. Não importa se você prefira ser mais sério ou descontraído, o importante é ser autêntico, desde os produtos oferecidos até a forma de comunicação.


Uma dica para isso é apostar na personalização. Entenda que o seu consumidor é muito mais do que um número de ticket: ele é uma pessoa com necessidades e merece ser ouvida.



  1. Monitore suas redes sociais


Cuidar dos perfis da sua marca te ajuda a entender as dores e necessidades dos clientes e, uma vez que entender isso, você vai compreender a importância de monitorar as redes sociais. Para conseguir identificar o que falam de sua marca de forma integrada, busque por uma ferramenta de gestão e monitoramento de redes sociais que te auxilie a ter o melhor desempenho e oferecer uma experiência do cliente adequada.


A partir do momento que deixa a tecnologia ao seu favor, você e seu cliente só têm a ganhar: você ganha em fidelidade, relacionamento e também lucros, e ele na boa experiência de comprar com você.



  1. Aprenda a lidar com feedback


As marcas usam as redes sociais para se promover e os usuários comuns, para falar. Eles comentam sobre o que estão fazendo, o que gostam, onde costumam comprar seus produtos e como foi a experiência de compra. Isso pode ser ótimo para as marcas que sabem que oferecem o melhor de si, porque o feedback será positivo.


Mas se sua marca está em processo de transição, pode surgir um feedback negativo aqui e outro ali. O que vale é assumir este ponto e tentar melhorar a partir daí e, nunca, ignorar um comentário.  

Fonte: Primeira Página, com colaboração da Scup.


Últimas notícias

Dia Do Consumidor: 40% dos consumidores que fazem perguntas fecham compra

Atendimento ao cliente é decisivo na hora da conversão. Especialista dá dicas para otimizar o serviço e aumentar vendas.
Leia Mais

Dia da Escola celebra valores e conhecimento transmitido às próximas gerações

No dia 15 de março é celebrada a instituição que, feito uma “segunda casa”, ajuda no desenvolvimento intelectual e emocional de crianças e jovens.
Leia Mais

Comércio eletrônico deve crescer 16% em 2019

Segundo a ABComm, otimismo vem da melhora no cenário econômico e na elevação da confiança do consumidor.
Leia Mais