Feira

Do Oiapoque a São Paulo, a saga de quem veio comprar

 

O casal Bruno Santos e Gercina veio do Amapá pela primeira vez à Escolar Office Brasil, que no primeiro dia recebeu lojistas de diversas regiões do País.

 

De carro, do Oiapoque a Macapá, Bruno e Gercina percorreram 600 quilômetros. Da capital do estado até Belém de avião, com conexão para Guarulhos, em São Paulo, mais cinco horas de voo. A saga do casal começou por volta de meia-noite para, 9 horas depois, visitar a Escolar Office Brasil. Dono da Fortaleza Variedades, uma loja cujo nome diz tudo, Bruno ficará em São Paulo os quatro dias da feira para comprar tudo o que achar interessante.

 

 

 

Recém-chegado da grande Fortaleza, onde tem indústria de Caderno, a Terra do Sol Cadernos, e uma distribuidora de material escolar, Fred Milanese é um frequentador assíduo da Escolar Office Brasil há mais de 20 anos. Além de pesquisar preços, o empresário busca novidades.Bem mais perto que o empresário do Amapá, com loja encostada na capital paulista, Marco Aragão, da Papelaria Primavera, de Valinhos, aprovou sua primeira visita à Escolar Office Brasil Comprou pela primeira vez da Molin e repetiu pedidos aos fornecedores habituais. Para ele, a vantagem de comprar na feira é receber os produtos com maior rapidez.

Proprietário da Suegraf Comércio de Artigos Gráficos, da Zona Leste, em São Paulo, Sérgio Sueda conferiu a diversidade de produtos da feira e viu predominância de mochilas. Em seu site, ele faz 90% das vendas concentradas em mochilas, enquanto na loja o comércio do artigo fica em 10% do negócio.

Rosana e Renata Trigueiro, donas da Brasil Distribuidora on line, e de uma loja física, em Belo Horizonte, como boas mineiras procuraram esconder um pouco a estratégia da empresa, mas abriram ter conseguido bons descontos nas compras realizadas.

Luiz Ferreira, da Papelaria Roseluz, de São Paulo, não veio à Escolar Office Brasil nos últimos anos por um motivo particular: virou pai e não tinha como deixar o bebê. Agora que a criança cresceu um pouco ele retomou a participação na feira e pôde vir com a mulher, Rose.

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais