Varejo

Mix de produtos para venda de fitas adesivas deve conter novidades e produtos tradicionais

Mix de produtos para venda de fitas adesivas deve conter novidades e produtos tradicionais

Saiba como incrementar suas vendas de fitas adesivas ao longo de todo o ano.

 

Quem frequenta papelarias sabe da imensa variedade quando o assunto são fitas adesivas. Se, no passado, a clientela podia recorrer a escassos dois ou três modelos, hoje em dia o produto apresenta variada funcionalidade, e oferece, além dos tradicionais durex, crepe e dupla face, também as fitas de alta fixação, por exemplo, que ajudam a prender objetos mais pesados em paredes.

Valdeci Batista, sócio da CWV Editora Bazar e Papelaria, atua na Região dos Lagos no Rio de Janeiro, há mais de 30 anos, com vendas no atacado para escolas. Mensalmente, ele comercializa mais de 400 fitas adesivas transparentes para embalagens.

“As fitas adesivas estão sempre na lista de compras das escolas, por isso, é preciso acompanhar as novidades do mercado e quais os produtos que oferecem melhor custo-benefício”, explica.

O formato tradicional da venda nas papelarias envolve apresentar o custo-benefício por meio das funcionalidades e novas tecnologias aplicadas. No entanto, é possível galgar novos degraus e se tornar ainda mais visual, atraindo o cliente com uma apresentação e uma forma de exibir o produto mais eficazes e menos convencionais, ousando na aplicação das fitas adesivas.

As fitas de alta fixação, por exemplo, podem ganhar maior visibilidade nas papelarias com a criação de ambientes para os clientes. Usá-las para pendurar quadros na parede e afixar outros objetos comercializados na loja ajuda a demonstrar a qualidade do produto e a diversidade de aplicação.

Outra forma de expor as fitas adesivas nas lojas é com a criação de kits, a partir de suas especificidades, junto com outros produtos complementares à sua função.

Por exemplo, kits escolares com fitas adesivas, suporte para fitas e lápis, agendas, papéis e cadernos de desenho artístico; kits para presentes com as fitas do tipo washi, embalagens de papel, folhas de presente, fitas de cetim, tesouras, entre outros.

Dessa forma, o cliente consegue um contato mais próximo com o produto e com a papelaria, resultando em benefícios para ambos e melhorando a experiência de compra.

Seja qual for sua escolha, o mix básico para as papelarias, de acordo com os especialistas, deve conter fitas para embalagem e empacotamento, fita crepe, fitas dupla-face diversas, fitas para artesanato, escolares e escritório.

 

Leia também: Física trans brasileira recebe prêmio Leona Woods Awards

Leia também: Vitrine interativa chega ao varejo nacional

 

Fonte: Primeira Página, com matéria da Revista da Papelaria.

Redes Sociais