Varejo

Papelarias lucram com demanda por caixas dos personal organizers

Setor de organização aumenta procura por caixas; saiba como dispor estes itens na sua loja

 

Do embrulho de um presente especial à organização de itens diversos em casa, as caixas estão presentes no dia a dia de todas as famílias, não importa com qual função.

Deste modo, são itens curingas também na papelaria, que, se souber ficar de olho na demanda do consumidor, só tem a ganhar ao incluir caixas variadas em seu portfólio de produtos.

Um dos mercados mais promissores no consumo das caixas é o dos personal organizers. De acordo com a Associação Nacional de Profissionais da Organização e Produtividade, em apenas cinco anos de existência foram registradas as associações de 300 profissionais. Aliada a isso, junta-se também a profissionalização do setor, com cursos oferecidos em todos os estados do país.

“Prefiro caixas de plástico com tampa, fazendo com que os objetos fiquem protegidos da poeira”, diz a personal organizer Gabi Correa, em entrevista à Revista da Papelaria. Segundo ela, os clientes pedem, com frequência, a organização em caixas de itens que vão de roupas a fotografias.

Uma das filiais da papelaria Papel Craft, no Rio de Janeiro, arrumou uma forma inteligente e bonita de expor suas caixas: em prateleiras bem altas. Assim, é possível que os clientes as vejam sem que atrapalhem a exposição de outros produtos.

Uma dica da Revista da Papelaria para a exibição das caixas em uma papelaria é colocá-las em nichos, prateleiras na altura dos olhos ou no chão. O principal seria não perder a harmonia da loja, nem prejudicar a visualização de outros itens.

 

Leia também: Artigo: O que as crianças devem saber sobre perdoar?

 

Leia também: Hello Kitty Fun está no Youtube!

 

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais