Varejo

Carimbos: um bom negócio para as papelarias

Prestação de serviços de carimbos é oportunidade para aumentar resultados e um mercado a se considerar para quem deseja investir

 

Papéis, burocracia e legitimidade são algumas das características que percorrem a mente das pessoas quando o assunto é carimbo.

O item, que ocupa espaço desde muito tempo na rotina de trabalho de escritórios e repartições públicas, tem mostrado que não precisa estar designado somente a essa finalidade. Com novas funções, mais práticos e modernos, as inovações no produto crescem e ganham novos tipos de consumidor.

Com mais possibilidades proporcionadas a partir da tecnologia, a produção de carimbos se atualizou, como a capacidade de produção de imagens a partir de programas como o CorelDraw, além dos carimbos autoentintáveis, que possibilitam a troca do refil pelo consumidor, modificando, inclusive, a cor. 

O valor da máquina foto expositora varia de R$ 900 a R$ 1.600. Além disso, torna-se uma boa oportunidade para fazer o cliente voltar ao estabelecimento na busca do serviço pronto.

O que torna a iniciativa da prestação do serviço ainda mais interessante é que não é necessário um treinamento específico para quem for manusear o maquinário, pois a maioria deles, inclusive, vem com material autoexplicativo para orientar o uso.

Já em relação à venda de carimbos pré impressos, aqueles mais simples como “Pagos” ou “Recebidos”, é importante para as papelarias diversificarem suas prateleiras com as novidades do mercado.

Os carimbos-caneta, com sua ponta smart, proporcionam o uso em tablets e celulares e podem ser uma aposta para a atualização dos escritórios. Já o modelo pocket mostra sua praticidade ao ser portátil e caber no bolso.

 

Leia também: Contação de histórias e música animam Estação Maritaca no Sesc Pinheiros

 

Leia também: Uatt? oferece opções para todos os bolsos no Dia das Crianças

  

Fonte: Revista da Papelaria

 

Redes Sociais