Expositores

De herdeiro do avô a fenômeno do setor, Romulo Pais dá aula sobre como cuidar de papelarias

 

Proprietário da carioca Ipanema Papéis ensina lojistas a se relacionar com cliente físico e virtual

 

Quando assumiu os negócios da família, Romulo Pais não sabia diferenciar uma caneta hidrográfica de outra esferográfica. Hoje proprietário da famosa Ipanema Papéis, ele dá um show de conhecimento do ramo ao ensinar profissionais sobre como cuidar melhor de suas lojas.

Foi modificando completamente o visual do antigo armazém do avô que o empresário chegou ao formato atual da Ipanema. Os balcões, por exemplo, desapareceram, junto com o piso emborrachado na cor preta. “Se você ainda tiver um balcão na sua loja, por favor, tire. O cliente hoje quer poder pegar no produto”, explica. 

Sobre as redes sociais, Pais também é incisivo. “Quem ainda não tem, tem que fazer. E tem que responder rápido às perguntas dos seguidores. No máximo, no final do mesmo dia, porque, se esperar até o dia seguinte, o cliente já não está mais interessado”, diz.

É ele mesmo quem cuida do Instagram da Ipanema Papéis. Assim, ensina que fotos bem produzidas podem significar a diferença entre uma venda concretizada e outra abandonada. “O cara que te segue sabe que você investiu tempo naquela composição”.

Pais recomenda, ainda, que os lojistas aprendam e façam uso das hashtags, para aumentar o número de seguidores. São eles, aliás, os seguidores, que impulsionam cada vez mais o trabalho do empresário.

“Foram eles que botaram na minha cabeça que eu tinha que ter um site para vender produtos”, relembra, ao contar que as primeiras transações aconteciam apenas no perfil da loja no Instagram.

“O cliente tem que ser sempre seu foco. Por exemplo: 92% do meu público é de mulheres. Então, eu tenho que saber como responder a uma mulher, e me comunicar como uma, ao falar com elas”, finaliza Pais.

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais