Mercado

Física trans brasileira recebe prêmio Leona Woods Awards

Física trans brasileira recebe prêmio Leona Woods Awards

Colaboradora da NASA, Vivian Miranda é a primeira brasileira a receber tal reconhecimento.

 

Aos 33 anos, a física Vivian Miranda acaba de receber o prêmio Leona Woods Awards, concedido duas vezes por ano desde 2017 pelo Departamento de Física do Laboratório Nacional Brookhaven, em Nova York. O objetivo da premiação é fomentar a diversidade na instituição.

Vivian, que é transexual, é a primeira brasileira a receber o prêmio que reconhece o sucesso de cientistas mulheres, de grupos sub-representados e LGBTQ na área da física. Com pesquisa no âmbito da cosmologia, Vivian colabora com a NASA no projeto do telescópio espacial WFIRST, tido como prioridade da pesquisa decenal em 2010. Além disso, ela também é pesquisadora da Universidade do Arizona, nos EUA.

Com medo de ter a carreira prejudicada, a física só iniciou a transição de gênero em 2017, após concluir o doutorado em cosmologia na Universidade de Chicago. “Queria primeiro mostrar à comunidade que eu era uma excelente cientista”, disse, em entrevista à Folha de S. Paulo.

Com o prêmio, Vivian recebe gratificação no valor de US$ 1.000, e a oportunidade de apresentar duas conferências para os membros do BLN. 

 

Leia também: Vitrine interativa chega ao varejo nacional

Leia também: Giacomin oferece orquídeas artificias em diversas apresentações e quantidades

 

Fonte: Primeira Página, com matéria da Folha de S. Paulo.

Redes Sociais