Mercado

Pataxó é o primeiro mestre de origem indígena na Universidade Federal da Bahia

Pataxó é o primeiro mestre de origem indígena na Universidade Federal da Bahia

Ao se graduar mestre em química, mestre vestiu colar, cocar e tinta no rosto.

 

Aos 18 anos, Hemerson Pataxó deixou sua tribo, a nove horas de Salvador, para ocupar a vaga na faculdade que conquistou após aprovação no vestibular. Hoje, Pataxó é o primeiro mestre de origem indígena na Universidade Federal da Bahia.

“Agradeço à minha família pelo incentivo, apoio e por sempre acreditar no sucesso de minhas escolhas e ao meu povo por lutar e resistir para que possamos escrever histórias como essa”, disse ele, vestido com colar, cocar e tinta tradicional no rosto, ao se tornar mestre em química.

“Quero levar o conhecimento que a química me deu para o meu povo, juntar com o que sabem os meus anciãos e escrever algo que leve em conta os dois lados”, conclui.

  

Leia também: Mix de produtos para venda de fitas adesivas deve conter novidades e produtos tradicionais

Leia também: Con-Tact agora é marca exclusiva da Plavitec no Brasil

 

Fonte: Primeira Página, com matéria do portal Hypeness.

Redes Sociais