Mercado

DF muda regra do Cartão Material Escolar

Valor do benefício será definido pela secretaria de Educação

 

Em 2020, o governo do Distrito Federal vai mudar as regras do programa Cartão Material Escolar, gerenciado pelas secretarias de Educação e Desenvolvimento Econômico.

Enquanto a primeira é responsável pela gestão do programa, a outra faz o chamamento das papelarias cadastradas e a fiscalização. O que muda para o ano que vem é o quantitativo a ser pago a cada família. Agora, o valor do benefício dependerá do titular da pasta da Educação.

O programa atende, atualmente, 64.652 estudantes devidamente matriculados na rede pública de ensino do Distrito Federal, cujas famílias são beneficiárias do Bolsa Família. Neste ano, o valor anual foi fixado em R$ 320 para alunos do ensino fundamental e R$ 240 para estudantes do ensino médio, conforme a norma que regulamentou o Cartão Material Escolar, em fevereiro.

 

Leia também: Fabricante cria ferramenta para quem não atinge o pedido mínimo

 

Leia também: Veja 5 dicas para sua papelaria vender mais na Black Friday

 

Fonte: Porta Metrópoles

Redes Sociais